fbpx

Conteúdo jurídico semanal
para você se manter informado!

EMais

colunistas

Técnica dos 21 dias: como modificar hábitos de estudo durante a quarentena

A “Teoria dos 21 dias” é uma das mais famosas da neurociência, e essa preceitua que 21 dias é o tempo (mínimo) necessário para o ser humano adquirir um novo hábito. O precursor dessa teoria foi um médico cirurgião dos anos 1950, Maxwell Maltz, que notou um padrão comum no comportamento de seus pacientes: eles levavam pelo menos 21 dias para se adaptarem às amputações ou reconstruções.

De acordo com os estudos feitos por Maltz, essa teoria se aplica às mais diferentes áreas da vida humana, desde parar de fumar a realização de atividade física. Em outras palavras, após um período de 21 dias fica mais fácil permanecer firme no propósito feito, qualquer que tenha sido ele. Portanto, 21 dias é o tempo que o cérebro precisa para interpretar um novo hábito como um padrão estabelecido e torná-lo automático. Na prática, isso significa que você não precisará mais pensar para agir de determinada forma, porque seu corpo já estará ligado no “piloto automático”, realizando a tarefa com naturalidade e exigindo menos esforço pessoal.

Mas o que isso tem a ver com o estudo e preparação para concursos públicos? Ao longo dos anos, a teoria foi sendo melhor explorada, e passou a ser aplicada em diversas áreas, inclusive nos estudos e na preparação para concursos. Com isso, o concurseiro pode aproveitar o período de isolamento social, imposto pela pandemia, para utilizar o tempo a seu favor, na preparação para o tão almejado concurso público.

Veja, a seguir, algumas dicas de estudo, relacionadas à Teoria dos 21 dias, voltadas para a preparação para concursos públicos:

21 dias para criar disciplina: procure estudar sempre no mesmo horário; essa dica é especialmente indicada para quem tem dificuldade em estudar de forma regular.

21 dias para resolução de questões: para quem já tem uma base teórica boa ou razoável, é muito importante adquirir o hábito de resolver exercícios, testar seus conhecimentos e, principalmente, corrigir os erros.

21 dias de Lei Seca: orientação indicada para quem tem dificuldade na leitura de leis sem os comentários dos especialistas. Ler a lei sem pressa, com um dicionário ao lado para consultar palavras desconhecidas, no início parece que “não rende”, mas com um tempo, o aluno vai se familiarizando com os termos e a leitura passa a fluir naturalmente. Na hora da prova é um grande diferencial, pois ajuda a desenvolver a compreensão e novas ideias sobre aquele tema específico.

DICAS EXTRAS

• Uma rotina de quatro horas de estudo por dia é adequada. O tempo pode ser dividido em duas horas para videoaulas, uma hora para leitura e uma hora para resolução de questões;

• Caso ainda não tenha o costume de estudar todos os dias, comece com uma hora por dia e aumente progressivamente;

• Direito Constitucional, Direito Administrativo, Português e Informática são os principais assuntos a serem estudados.

• Nada de ficar de pijama o dia todo. Levante, tome café, tome banho e troque de roupa. O seu dia será mais produtivo.

• Use aplicativos Alguns aplicativos podem ajudar a transformar o seu estilo de estudo, como o Focus To-Do, o Evernote ou o Google Keep. Assim, vai ser mais fácil fazer revisões e estudar para as provas.

• É muito importante escolher um ambiente tranquilo e organizado, garantindo que você não seja distraído pelo que acontece ao redor.

GOSTOU? COMPARTILHE COM ALGUÉM
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
COMPARTILHE COM ALGUÉM
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
COMENTÁRIOS

Carrinho

0

Nenhum produto no carrinho.

Tecle Enter para pesquisar e Esc para fechar