fbpx

Conteúdo jurídico semanal
para você se manter informado!

EMais

colunistas

Photo by Philippe Bout on Unsplash

MÉTODOS DE ESTUDO: O estudo por ciclos

O ato de estudar não é fácil. Estudar para graduação, Exame da Ordem e para concursos públicos então? São várias disciplinas e um conteúdo programático bem extenso. Muitos estudantes, ao se depararem com essa realidade, já ficam desanimados e não sabem como lidar com isso.

Essa dificuldade vem da maneira como a maioria das pessoas encarou os estudos até hoje. Garanto que na escola você tinha uma prova por semana e podia estudar desesperadamente uma matéria e depois da prova esquecer tudo! O HD enchia de informação e depois era desprezado na lixeira assim que saiam da prova.

Uma forma de modificar essa maneira de estudar e ter resultados é o famoso estudo por ciclos. Os ciclos são diferentes dos planejamentos de estudos comuns, aqueles com cronograma por matérias. A principal diferença é que o ciclo de estudos é dinâmico, ao contrário dos planejamentos fixos por dia/matéria.

No planejamento “normal”, daquele que as pessoas fazem quase por intuição define-se o que estudar em cada horário, em cada dia, geralmente em cada semana. Por exemplo: segunda-feira Direito Constitucional, terça-feira Português, quarta-feira Raciocínio Lógico, etc. Se houver algum imprevisto na noite de sexta, como uma dor de cabeça ou uma visita inesperada para passar o fim de semana, você pularia Português e Direito Penal, o que comprometeria o equilíbrio necessário para conseguir a aprovação.

No ciclo de estudos, por outro lado, define-se a sequência de matérias a ser seguida e a quantidade de horas para cada uma delas. Cada matéria terá um peso em horas: Português deverá ser estudado por 3 horas seguida, Direito Constitucional por 2 horas e as demais por 1 hora, por exemplo.

Você pode notar, portanto, que existe uma ordem de disciplinas que, quando chega ao final, essa ordem se repete. Não importa o dia e hora da semana, mas sim o cumprimento da carga horária prevista. Daí o nome Ciclo. Quando chega à última matéria do ciclo, volta-se à primeira.

Um ciclo de estudo não dura um dia ou uma semana ou um mês. Ele dura o número de horas que você levará para passar por uma parte de cada uma dessas disciplinas.

Mas, como montar um ciclo?

Primeiro passo: defina as matérias:

Veja quais matérias ira estudar no semestre da faculdade ou o conteúdo presente no edital do concurso.

Segundo passo: defina o tamanho do ciclo em horas:

Agora, você deve determinar de quantas horas será seu ciclo completo, ou seja, quantas horas corridas você irá levar para ir da primeira à última matéria do ciclo.

Terceiro passo: defina a ordem do ciclo

Coloque as disciplinas mais diferentes possíveis uma da outra em sequência. Intercalar assim fará seu estudo render muito mais.

Quarto passo: defina o peso por matéria

Agora é o momento de definir o peso de cada disciplina, e isso significa dedicar mais horas, dentro de cada ciclo, para aquelas matérias que:
• Têm mais peso na prova (valem mais pontos por questão);
• Têm maior número de questões na prova;
• São mais difíceis ou menos familiares para você;

Feito isso seu ciclo de estudos estará pronto! Mas, observe que o ciclo deve ser flexível. Em algum momento, por exemplo, você vai fazer 2 horas de Direito Constitucional e sentir que evoluiu muito, e aí pode passar para a próxima do ciclo. Como também poderá alterar a ordem das matérias, acrescentar alguma etc.

COMPARTILHE COM ALGUÉM
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
COMENTÁRIOS

Carrinho

0

Nenhum produto no carrinho.

Tecle Enter para pesquisar e Esc para fechar