fbpx

Conteúdo jurídico semanal
para você se manter informado!

EMais

colunistas

INICIANDO UMA NOVA ETAPA EM UMA NOVA CASA! VAMOS CONVERSAR SOBRE MAPAS MENTAIS?

Existem diversas maneiras de estudar. Algumas pessoas preferem ver a matéria de diversos ângulos, várias vezes. Outras gostam de ler tudo em livros e apostilas, enquanto tem gente que prefere assistir a vídeos.

O cérebro humano adora fazer conexões, adora associar uma coisa à outra e é assim que aprendemos o que estudamos a longo prazo. Na eterna luta contra a “decoreba”, usar as preferências do nosso cérebro ao nosso favor no que diz respeito a modelação da aprendizagem parece ser uma abordagem inteligente e bastante produtiva. É daí que surgem os famosos mapas mentais.

Mapa mental é uma preciosa ferramenta de aprendizagem e de transmissão ordenada de dados, informações e conhecimentos, pois favorece a sistematização e a visualização das conexões e interrelações entre ideias e conceitos.

Enquanto cuidamos em fazer associações o nosso cérebro trabalha para realizar outras tarefas importantes: desenvolver a percepção de vários aspectos do assunto, aprimorar a memorização pela conexão entre ideias essenciais e imagens, organizar e hierarquizar conhecimento, desenvolver a capacidade de síntese, entre outras.

Você já deve ter ouvido a seguinte frase: “Uma imagem vale mais que mil palavras”. Esta simples frase ilustra perfeitamente o que queremos explicar.
Imagens ativam numerosas habilidades corticais, o que, mais uma vez, melhora a nossa memória e nossa capacidade de associar ideias e conceitos. Diferentes indivíduos possuem diferentes estilos de aprendizagem, mas mostra-se que, em média, a maioria tem um percentual de reconhecimento de imagem entre 85 e 95%.

Assim, um mapa mental, que é essencialmente uma imagem e organização de ideias, uma vez desenvolvido, é um recurso ideal para estimular a atividade cerebral.
A ideia central dos mapas mentais é simples: coloque um tópico central – a essência – o tema principal que será estudado em uma folha e ramifique as conexões de dentro para fora, deixando tudo conectado e facilitando a absorção visual do conteúdo.

Para uma melhor retenção e memorização do material estudado eu sugiro aqui a complementação das anotações tradicionais no caderno, com a criação a partir das palavras-chaves abordadas em sala ou na videoaula, de um mapa com tópico central e ramificações com associações, símbolos, cores e até desenhos. Tudo que facilite a sua assimilação é bem-vindo. Quanto maior a diversidade, melhor!

Mas, fazer um mapa mental parece tão complicado! Fazer um mapa não é complicado, pois tudo que você precisa é de um espaço em branco e de criatividade. A leitura prévia do assunto e a associação com outras técnicas como o fichamento, o resumo ou a leitura com marcação do texto facilitam a sua produção.

Vamos praticar? Escolha o tema principal e coloque no centro da folha, este será o assunto a ser mapeado. Desse “núcleo” puxe setas onde cada uma levará a um tópico do tema central o qual também poderá se ramificar à medida que as associações vão ficando mais especificas. Tente fazer frases curtas e mantenha a objetividade, seja sucinto e escreva o que é realmente mais importante. Cuidado para não deixar nada isolado, saiba estabelecer sempre relações. Podem ser relações de causalidade ou de agregação, de interdependência, de transversalidade, de rede, etc. Às vezes, não sabemos bem com quais relações estamos lidando, mas ao escrever as coisas vão ficar mais claras.

Se for preciso, apague o que escreveu e comece de novo. Não se envergonhe em recomeçar, o pensamento da gente não é linear: ele avança, recua, faz saltos, depois vai de lado para outro, até se nivelar. Aprenda a usar cores, de modo que apareçam as diferenças entre as palavras. As palavras não assumem sempre o mesmo peso e significado e as cores e o tamanho das letras podem ajudar a fazer essas diferenças. Um mapa colorido será certamente mais fácil de ser interpretado que um todo preto, por exemplo.

Depois dessa explanação, mãos à obra?

COMPARTILHE COM ALGUÉM
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
COMENTÁRIOS

Carrinho

0

Nenhum produto no carrinho.

Tecle Enter para pesquisar e Esc para fechar