fbpx

Conteúdo jurídico semanal
para você se manter informado!

EMais

colunistas

4 maneiras sorrateiras de procrastinar e os seus antídotos

Vez ou outra a gente precisa olhar bem no olho do inimigo. Eu costumo ser muito fã da atitude “vamos melhorar o que está ao nosso alcance, em vez de nos concentrar em nossos defeitos e dificuldades”, mas, eventualmente, a gente também precisa refletir sobre o que estamos fazendo de errado. Sim, precisamos olhar para dentro de si, pois somos o nosso pior inimigo, avaliar as nossas atitudes e compreender o que está acontecendo. Eu sempre gosto de sugerir meios de resolução práticos para as atitudes que mais nos derrubam. Falar e teorizar sobre as nossas limitações sem fazer porra nenhuma sobre elas é bem confortável e, pensando bem, não deixa de ser um tipo específico de procrastinação.

Os astros da coluna de hoje são quatro das armadilhas mais sorrateiras que existem. Todos nós já sabemos daquelas atividades diárias que são procrastinatórias como ficar online demais, empurrar as atividades com a barriga etc. Mas, quando o buraco fica mais embaixo e os esconderijos da procrastinação começam a se disfarçar de razões para Não Agir é que a coisa fica difícil. E para ajudar, escrevo esse texto para que ele sirva como um farol amigo que vai te guiar para fora desse labirinto.

1- Querer ser perfeito
Onde é a linha desse contrato e quando eu assino? Saibam que ser perfeccionista é uma forma clássica (e nem tão sorrateira assim) de procrastinar. Para mim, pelo menos, é uma forma bem óbvia – e, ao mesmo tempo, muito cruel.

Querer ajeitar e aperfeiçoar eternamente todos os seus projetos e entrar num ciclo de qual é o melhor caminho a seguir são duas atitudes viciosas que reforçam, lá no fundo, aquele ideal fantasioso e impossível que você tem guardado na cabeça. Dentro da sua mente, tudo aconteceria perfeitamente, sem um pingo de maculação ou possibilidade de crítica. No mundo dos humanos, porém, a história é bem diferente. E quanto mais rápido você perceber que vai ser a prática que vai levar à perfeição – e não o pensamento circular – mais rápido você vai fazer algo incrível.

Seja lá o que for que você queira fazer, se comprometa a realmente terminar os seus projetos atuais.

2 – Esquecer de fazer a organização semanal
Quer ver um jeito fácil de procrastinar? Ficar com preguiça e deixar para lá o seu planejamento semanal. Tomar banho é essencial para a nossa higiene, colocar gasolina é essencial para os carros e dar uma limpeza física e virtual nos nossos planos e tarefas é um princípio básico para evitar a procrastinação. O pulo do gato para acrescentar novos hábitos na nossa rotina é: você precisa agendar um tempo para eles. Do contrário já era.

Todo mundo que é ocupado o suficiente para ter uma vida social e profissional mais ou menos bem ajustadas e você sabe que se não focar no tempo disponível e criar a oportunidade de fazer aquilo que precisa ser feito, a ideia nunca sairá do papel. Dedique algumas horas do seu fim de semana (ou da sua sexta-feira, se preferir) para sentar o bumbum na cadeira, abrir a sua agenda, planner ou bullet journal e ver o que ficou pendente da semana anterior. Tente criar o reflexo de sempre esvaziar a sua bolsa e a sua caixa de entrada do correio quando chegar em casa.

3 – Ter mil prioridades ao mesmo tempo
Muitos caminhos para seguir gera dúvida. Dúvida, em algumas pessoas, gera paralisia – e isso, por sua vez, (junto com a falta de resultados reais e práticos que geralmente acompanham uma pessoa que atira para todas as direções) gera procrastinação.

Quanto mais a gente tenta fazer mil coisas ao mesmo tempo, quanto maior é o fluxo de informações chegando até nós e quanto mais dúvidas temos sobre que tipo de pessoa nós queremos nos tornar, mais o nosso poder de ação sofre. A verdade nua e crua é que nós só conseguimos fazer (bem, com saúde e com tesão) um pequeno punhado de coisas por vez.

O número exato de prioridades que cada pessoa aguenta ter varia. Cada um com o seu cada qual, é claro. Mas a gente precisa aceitar (eu, inclusive) que não rola querer ter a vida de todo o mundo que você admira ao mesmo tempo. Você não consegue ser o maior especialista do mundo em três ou cinco ou sete frentes diferentes ao mesmo tempo, para ontem. Progredir significa saber qual é o seu foco atual e dar um passo de cada vez. Em qual área da vida você mais quer colher louros, virar referência e acumular vitórias? Decida um ou três grandes focos para o ano.

4 – Achar que vai dar conta do tempo perdido
Dando nome aos bois: falta de flexibilidade. Saber se estruturar depois de um furacão (tarefas pendentes que explodiram na sua cara, imprevistos da vida que você não pode controlar, erro de outras pessoas que você precisa consertar) e ter expectativas realistas sobre isso são duas habilidades essenciais para evitar a procrastinação. Quando qualquer coisa foge dos seus planos e, de repente, a sua carga de trabalho aumenta (ou, talvez, a sua energia e paciência e saúde diminuem) você precisa fincar os dois pés no chão e saber que você não vai conseguir mais dar conta de tudo o que você tinha para fazer. Não da mesma forma e não na mesma janela de tempo que você tinha planejado, pelo menos.

Se as tarefas aumentaram, se as pessoas que trabalham para você diminuíram ou se você ficou doente e precisou deixar várias coisas de lado, você vai continuar caminhando do mesmo jeito que antes. Não é porque você não deu conta do que tinha para fazer que agora você precisa, magicamente, ganhar o Prêmio Nobel da Produtividade. E nada disso quer dizer que você não pode ou não deve dar um gás a mais no seu trabalho ou nos seus estudos se você precisar. Você pode – e às vezes até deve.

Esse é só um aviso gentil para te lembrar de que se sobrecarregar de trabalho é uma forma certeira de cair no Procrastinação. Seja realista, reconheça os seus limites e faça a sua parte. Isso basta!

Gostaram das dicas? Dúvidas e sugestões entrem em contato comigo pelas redes sociais ou deixe aqui o seu comentário! Até a próxima!

COMPARTILHE COM ALGUÉM
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
COMENTÁRIOS

Carrinho

0

Nenhum produto no carrinho.

Tecle Enter para pesquisar e Esc para fechar